18 Apr 2024


Bolsonaro reúne apoiadores em ato na Av.Paulista

Publicado em Política
Avalie este item
(1 Voto)

Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se reuniram, neste domingo (25), na Avenida Paulista, em São Paulo, onde foi realizado ato convocado como um evento para defender a democracia.

A manifestação foi convocada por Bolsonaro após operações de busca e apreensão da Polícia Federal, que tiveram como alvo o ex-presidente e aliados, no inquérito que investiga um suposto “plano golpista” para mantê-lo no poder após as eleições de 2022.

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro fez a abertura do ato, às 15h em trio na altura do Masp (Museu de Arte de São Paulo). Classificou o evento de "ato pacífico de civilidade" e se emocionou. Ela também agradeceu a presença do governador Tarcísio de Freitas: "Abriu as portas da casa dele para nós", afirmou. Depois, Michelle fez uma oração.

Na sequência, discursaram os deputados federais Gustavo Gayer (PL) e Nikolas Ferreira (PL). Na sequência, o senador Magno Malta (PL) fez uso da palavra.

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), em seu discurso de mais de 20 minutos, afirmou ser ‘perseguido’. “Passei quatro anos sendo perseguido enquanto presidente da República, e essa perseguição aumentou a sua força quando deixei a presidência [...] Saí do Brasil e essa perseguição não terminou. É joia, é importunação de baleia, é dinheiro que teria mandado para fora do Brasil. É tanta coisa que eles mesmo acabam trabalhando contra si”, afirmou.

O ex-presidente também falou sobre realizações durante seu governo. "Nós sabemos como foi o período de 19 a 22. E estamos vendo como é difícil vencer nesse país com o que nós temos a governar nesse momento", disse.

Bolsonaro também negou a tentativa de golpe e pediu anistia a envolvidos no 8/1. Também disse que negou que tivesse a intenção de dar um golpe de Estado após a derrota para Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

No ato, estiveram presentes, além do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), os governadores de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo); de Goiás, Ronaldo Caiado (União); e de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), além de deputados e senadores.

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, chegou junto ao ex-presidente na Av.Paulista. Em seu discurso, Tarcísio enfatizou o “legado” de Bolsonaro e afirmou que ex-presidente "nunca pegou nada para si" e que Bolsonaro “sempre respeitou Israel".

 

(Foto: reprodução vídeo Silas Malafaia)

Última modificação em Domingo, 25 Fevereiro 2024 18:51
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Main Menu

Main Menu