18 May 2024

Publicado em Editorial
Avalie este item
(0 votos)

   Santo André celebra 470 anos, neste sábado (8). O nome do município teve origem na antiga vila de Santo André da Borda do Campo. A vila foi fundada por João Ramalho. Em 8 de abril de 1553, o seu pedido de transformar a região em que vivia em Vila foi atendido pelo Governador Geral Tomé de Sousa.
   Em 1558, Ramalho passou a governar a vila como alcaide-mor. Em 1560, devido às rivalidades entre os padres jesuítas de Piratininga e o alcaide, além dos conflitos com os povos indígenas da Confederação dos Tamoios, o Governador Geral Mem de Sá, através de proposta do Padre Manoel da Nóbrega, decidiu transferir a vila para os campos de Piratininga, onde, desde 1554, já se localizava o Colégio de São Paulo, erguido no atual Pátio do Colégio.
   Então, Santo André deixou de existir enquanto unidade administrativa, passando a ser um bairro de São Paulo. A região passou por um período de estagnação, tornando-se local de passagem entre o Porto de Santos, a capital e o interior.
   O povoado, que viria a constituir a cidade de Santo André, surge com a inauguração da estação de trem São Bernardo, da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, em 16 de fevereiro de 1867. Esta estação se situava na então Freguesia de São Bernardo, vinculada à cidade de São Paulo.
   O nome "Santo André" ressurge em 1910, com a criação de um distrito às margens da São Paulo Railway ou Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. Nesta época, a região constituía o bairro da Estação, do município de São Bernardo. E, por meio da Lei nº 1.222-A de 14/12/1910, foi criado o Distrito de Paz de Santo André, compreendendo o bairro da Estação.
   Em 1938, o interventor federal Ademar de Barros determina, pelo Decreto nº 9.775 de 30/11/38, que o Distrito de Santo André passa a ser a sede do município, e não mais a vila de São Bernardo, o que se justificaria pela maior prosperidade do Distrito de Santo André, em virtude da proximidade com a ferrovia. O próprio nome do município é alterado para Santo André e a antiga sede municipal passa a ser considerada como o Distrito de São Bernardo, que posteriormente reobtém sua autonomia, em 1944.
   A expansão industrial remonta ao final do século XIX e caracterizou-se pela produção industrial e artesanal. As primeiras indústrias foram a Tecelagem Silva Seabra & Cia, conhecida como Fábrica Ypiranguinha. Foi inaugurada em 1885 e produzia brim de algodão.
   Atualmente, Santo André tem uma população estimada de 723.889 habitantes, em área de 175,782 km². Com o passar dos anos, o município sofreu forte desaceleração industrial e tem mudado seu perfil, de cidade industrial para a de prestação de serviços. Além disso, passou a sediar centros logísticos, tais como o da Femsa Coca-Cola, Royce Connect, da MBigucci. Na área da construção civil, recentemente, registrou um boom,  com aumento de mais de 700% no lançamento de empreendimentos imobiliários.
   Na área política, o prefeito Paulo Serra está no terceiro ano do segundo mandato. Serra possui índices positivos de avaliação de governo e, no ano passado, aumentou seu capital político, ao eleger sua esposa e primeira-dama, Ana Carolina, como deputada estadual. Foi a primeira vez que um prefeito elegeu a esposa na história da cidade. Assim, a marca da gestão Serra, de governo que “cuida de pessoas”, deverá ser propagada além dos perímetros do município, pelo Estado. Para 2024, ainda não foi definido seu sucessor, mas para 2026, não está descartada a volta de Paulinho, caso Ana Carolina não seja lançada para a missão.
O olhar para o futuro acontece, não só na política, o prefeito irá lançar o ‘Santo André 500 anos’, projeto que irá preparar a cidade para os próximos 30 anos. Parabéns, Santo André!

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Mais nesta categoria: Os 100 dias de governo »

Main Menu

Main Menu