26 Oct 2021


Mauá e Santo André lideram ocorrências com pipa

Publicado em Cidades
Avalie este item
(0 votos)

Em levantamento feito pela concessionária de energia Enel sobre a incidência de pipas na rede elétrica nos oito primeiros meses deste ano, Santo André e Mauá se destacaram no ranking. No período, foram registradas 1.589 ocorrências com pipas. Os municípios com maior número de ocorrências no período foram São Paulo, com 1.111 ocorrências, seguido por Carapicuíba (61 casos), Mauá (44), Osasco e Itapevi (42), Embu (40) e Santo André (37). De acordo com a concessionária, os dados apontam que o maior número de registros ocorreu entre os meses de maio e julho, período que coincidiu com o avanço da pandemia e o aumento do isolamento social.

Além do risco de rompimento dos cabos, as linhas das pipas que ficam enroscadas nas redes elétricas provocam desgastes nos fios, podendo levar a curtos-circuitos e derretimento. "É importante reforçar os riscos de se empinar pipa próximo da rede e a necessidade de os pais orientarem as crianças e os adolescentes sobre os cuidados necessários. Além disso, o contato de objetos com a rede de energia pode provocar o desligamento das linhas de transmissão e distribuição”, explica o responsável pela área de Infraestrutura da Enel Distribuição São Paulo, Vincenzo Ruotolo.

São Caetano  

A Secretaria Municipal de Segurança (Seseg) de São Caetano iniciou a Operação Pipas sem Morte, com objetivo de realizar abordagens educativas, prevenir acidentes com linhas cortantes do tipo chilena e com vidro moído colado na linha, mais conhecido como cerol, que são os principais causadores de acidentes e até mortes.

 A GCM (Guarda Civil Municipal) orienta os pipeiros sobre a má utilização da pipa e da linha cortante, do contato com a rede elétrica, bem como das punições às infrações às legislações Municipal (Lei nº 5.918, de 21 de dezembro de 2020) e Estadual, que proíbem o uso e a comercialização do cerol.

A multa é de R$765,63 para proprietários de estabelecimentos, que fabricarem e comercializarem o cerol ou venda da própria linha cortante, e R$382,81 para usuários, multa cobrada dos pais ou responsáveis, caso os usuários sejam menores de idade.

Última modificação em Sexta, 24 Setembro 2021 12:53
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Main Menu

Main Menu