20 Apr 2024
Avalie este item
(0 votos)

   A solenidade da Anunciação, celebrada dia 25 de março, devido à Semana Santa que este ano caiu nesta data, foi transferida para o dia 08 de abril. O que celebramos? Celebramos um momento importantíssimo da história da salvação: o milagre do encontro íntimo do divino e o humano, do tempo com a eternidade.
   Antes, esta solenidade tinha como título “Anunciação de Maria”, colocando o acento na mãe de Jesus, mas após o Vaticano II se passou a chamar “Anunciação do Senhor”, fazendo sobressair o próprio Jesus, que está no centro deste mistério da encarnação: “O Verbo se fez carne a habitou entre nós” (Jo 1,14). Não é uma festa mariana, mas uma solenidade litúrgica do Senhor.
   Deus escolhe para sua mãe uma jovem de Nazaré, simples e humilde, mas repleta da mais pura santidade, que é a união com Deus e a vida contemplativa na ação do dia a dia: “Maria guardava e meditava a Palavra em seu coração” (Lc 2,19). No entanto, se Jesus é o centro, ninguém mais que Maria faz parte deste centro.
   O seu sim, seu “fiat”, dividiu a história da humanidade em antes e depois.
   Através de seu sim, a eternidade entra no tempo, Deus entra na história humana para fazer parte dela. A anunciação é uma semente divina plantada no humano, florescerá na natividade de Jesus, e dará seu fruto maduro na Páscoa do Senhor.
   Na anunciação se evidencia a santidade de Maria que consiste em cumprir a vontade de Deus. “A virtude do Altíssimo cobrir-te-á com a sua sombra, disse o Anjo a Maria. Esta sombra, na qual se esconde a virtude de    Deus para gerar Jesus Cristo nas almas, é o que cada momento traz em si de deveres, de gozos ou de cruz” (J. P. Caussade). De fato, na ordem moral e sobrenatural, os deveres de cada momento, sob as obscuras aparências, encobrem a verdade da vontade divina, a única a merecer a nossa atenção.
   À boa notícia da encarnação do Verbo, Maria disse seu sim. Acompanhemos Maria, dizendo a cada momento, nosso sim ao cumprimento da vontade de Deus em nossa vida. “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,38).

Avalie este item
(0 votos)

   O Brasil poderia ser melhor do que é. Mas um excesso de má-política paralisa o país. Não existe investimento em infraestrutura. Mas há dinheiro para eleições e para emendas parlamentares. Para criar municípios que não têm condições de sobreviver e dependem do Fundo de Participação dos Municípios.
   Não se leva em consideração o maior perigo que ronda a humanidade: a mudança climática. Persistimos na utilização crescente de combustíveis fósseis, causadores do efeito-estufa, sem investir em indústrias verdes, na disseminação de biocombustível, no replantio do bilhão de árvores das quais o Brasil depende para mitigar os efeitos da tragédia ambiental.
   Enquanto discussões polarizadas continuam a entreter os debates no Parlamento, a criminalidade cresce e se sofistica. Entranha-se em todos os segmentos da sociedade. O combate à criminalidade é “faz de conta”. Prende-se muito e mal. Joga-se ao cárcere a juventude mais atilada com a realidade e ela é entregue às facções, que dela fazem um corpo consistente e, agora sim, especializado na delinquência mais grave.
  Persiste-se numa escola defasada, que adestra os educandos e os faz memorizar dados e informações acessíveis no mundo web por qualquer criança. Negligencia-se o capítulo das competências socioemocionais, continuando a formar indivíduos ressentidos, irados, prontos a reagir com violência a qualquer provocação. E a reagir ainda quando não há provocação.
   Planejamento é uma palavra de ficção. Planeja-se para as próximas eleições e mantém-se o instituto da reeleição. Não existe uma Escola Nacional de Administração, pela qual devessem passar os candidatos a qualquer cargo público, elegível ou não. Com o funcionamento mais eficiente do sistema Justiça, para de fato expelir do território político os que não podem cuidar do interesse público e muito menos ainda tratar do dinheiro do povo.
  É urgente cuidar da infraestrutura, não só no seu sentido estrito, mas na infraestrutura moral, cidadã, da ombridade, da honestidade, da probidade e da seriedade com que devem ser tratados os interesses coletivos.       Falta amor à Pátria. Onde foi parar, falando nisso, com o patriotismo?

O Sicredi entregou, na segunda (8), prêmio de R$ 5 mil ao associado e morador de São Caetano, Jorge de Almeida David. O prêmio integra a ação Promoção Poupança Premiada, que está na 9ª edição e tem objetivo de incentivar, ainda mais, o hábito de poupar. A ação distribuirá mais de R$ 2,5 milhões em prêmios, incluindo 44 sorteios semanais de R$ 5 mil, uma premiação especial de R$ 500 mil, em outubro (mês da poupança), além de um sorteio final de R$ 1 milhão, em dezembro.

Sueli Camargo, presidente do Lions Clube São Caetano - Santa Maria, na quarta (27) de março, comandou concorridíssimo Jantar. Na ocasião, prestou homenagens a algumas mulheres, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, entre elas Julia de Oliveira, Elisabeth Borges, Claudia Mello, Simone Luluski, Adriana Pazo, Sonia Azua, entre outras. O encontro aconteceu no Allegro Buffet, em São Caetano.

Maria Aparecida Dias Araujo, no sábado (23) de março, reuniu familiares e amigos para brindar os seus 85 anos de vida. O brinde foi regado a bons vinhos, durante almoço no salão de festas do edifício onde mora, no Centro de Santo André.

Neste sábado (13), das 17h às 22h, o Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes, em Santo André, será palco de um evento especial dedicado aos sucessos dos anos 70, 80 e 90. A Noite do Flashback será comandada pelo DJ André Silva, idealizador da Noite Flashback Especial.

O DJ iniciou sua carreira em 1995, com 15 anos, trabalhando em festas como DJ e sonoplasta. Graças à sua experiência e estrutura diferenciada é considerado o maior evento flashback do ABC.

A Noite do Flashback terá entrada gratuita, mediante a doação de 2 kg de alimentos não perecíveis, que serão destinados ao Banco de Alimentos municipal. O Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes fica na Rua Senador Fláquer, 110, no Centro.

Programação - Todas as atrações do aniversário de 471 anos de Santo André estão disponíveis no site www.santoandre471anos.com.br. A programação conta com patrocínio da Aesa e co-patrocínio de Ossel Assistência, Paddan Incorporadora e Patriani. A realização é da Youp, com apoio do Fundo Social de Solidariedade e da Prefeitura de Santo André.

 

Serviço

Noite do Flashback

Data: 13/4/24 (sábado)

Horário: das 17h às 22h

Local: Cine Theatro de Variedades Carlos Gomes

Endereço: Rua Senador Fláquer, 110 - Centro

Entrada: 2 kg de alimentos não perecíveis

 

Foto: Alex Cavanha/PSA


Main Menu

Main Menu