02 Jun 2020


Coronavírus já mata 1 a cada 2h20 no Estado de SP

Publicado em Saúde
Avalie este item
(0 votos)

O governador do Estado, João Doria, no Estádio do Pacaembu, acaba de anunciar, durante coletiva, junto ao prefeito Bruno Covas, ao secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, a coordenadora do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, Helena Sato, entre outros, nesta sexta (27), novas medidas no combate ao coronavírus, para a região metropolitana de São Paulo.

1ª) R$ 50  milhões para o cofinanciamento dos hospitais de campanha da cidade de São Paulo, no Anhembi e no Estádio do Pacaembu;

2ª) R$ 90 milhões para os demais municípios, do total de 645 do Estado, com população de menos de 100 mil habitantes, totalizando R$ 309 milhões, com os R$ 218 milhões já confirmados, para insumos, compra de equipamentos e ações contra o coronavírus;

3ª) A Secretaria de Transportes disponibilizará o espaço de todos os postos de pesagens para descanso dos caminhoneiros, até 30 de junho;

4ª) Acesso pelos caminhoneiros aos domingos à tarde, na chegada à São Paulo (o que era proibido até então, devido ao fluxo de veículos na volta à Capital), até 30 de junho; denúncias de bloqueios em rodovias poderão ser feitas pelo 0800-055510.

Doria anunciou ainda que o infectologista Júlio Croda, que saiu do Ministério da Saúde por divergências com o presidente Jair Bolsonaro, irá integrar a equipe de governo de São Paulo no Centro de Contingência do Coronavírus.

O governador ainda deixou uma reflexão: “o mundo inteiro está errado e o presidente está correto? É o mundo errado e um só dirigente correto? Temos dois governos, um, pelo Ministério da Saúde, que orienta e faz uso dos meios de comunicação para informar a população a ficar em casa e outro, do gabinete do ódio, que desorienta e ordena as pessoas a saírem nas ruas. Em qual destes governos devemos acreditar?”, disse.

Doria afirmou ainda que o Governo do Estado trabalha com dados e informações com respeito à ciência e àqueles que respeitam e dedicam seus trabalhos e suas vidas à Medicina e à Saúde. “Dedicamos nosso trabalho àqueles que querem viver. A política que mata pessoas, não salva vidas”, completou.

São Paulo- Covas afirmou que São Paulo tem 2.100 leitos dos hospitais de campanha e 725 leitos de UTI. O município receberá 100 mil testes rápidos, nesta próxima semana. O prefeito ainda reforçou o pedido para a população ficar em casa. “Seguimos as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), das autoridades sanitárias, o isolamento social é uma proteção à vida, não é uma ação de esquerda, de direita. Independente da coloração partidária ou de partido político. Não é momento de divisão. É momento de pensar em salvar vidas. Estamos com a consciência tranquila de fazer o que é certo”, disse.

E ainda completou: “Segundo o artigo 121 do código penal, não seremos responsáveis por nenhum homicídio”, disse.

BOLETIM- O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, atualizou o número de casos no Estado:

- 1.223 casos confirmados no Estado

- 69 óbitos

- 70 casos de internação em UTI

O número de óbitos relacionados ao novo coronavírus no Estado de São Paulo cresceu 209% em apenas cinco dias, conforme balanço da Secretaria de Estado da Saúde. No último domingo (22), o Estado registrava 22 mortes, contra 68 nesta sexta (27). Municípios da Grande São Paulo e do Interior também registram óbitos. Em apenas 24 horas foram registradas mais 10 mortes, o que significa que a doença mata, em média, uma pessoa a cada duas horas e vinte minutos.

 

Última modificação em Sexta, 27 Março 2020 17:11
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu