05 Jun 2020


Estado de SP prorroga quarentena até 22 de abril

Publicado em Política
Avalie este item
(0 votos)

O governador do Estado, João Doria, no Palácio dos Bandeirantes, acaba de anunciar, durante coletiva, junto ao prefeito Bruno Covas, aos secretários estaduais, de Saúde, José Henrique Germann, e Davip Uip, que após ser diagnosticado com o Covid-19 e ter passado por quarentena, reassumiu a coordenação do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, nesta segunda (6) de abril, que a quarentena irá prosseguir mais quinze dias, ou seja, de 8 a 22 de abril, em toda a região metropolitana e em todo o Estado de São Paulo. A medida será publicada no Diário Oficial, na terça (7), e deverá ser "rigorosamente cumprida", segundo Doria.

“Prefeitas e prefeitos terão o dever e a obrigação de seguir a orientação do Governo do Estado. Isto é constitucional, não é uma deliberação que pode ou não ser seguida. Nenhuma aglomeração de nenhuma espécie em nenhuma cidade de São Paulo será admitida. As Guardas Municipais ou Metropolitanas deverão agir e, se necessário, recorrer à Polícia Militar para que imediatamente possa haver a dissipação de qualquer movimento ou aglomeração de pessoas”, acrescentou o governador.

Na ocasião, Doria fez um apelo aos médios e grandes empresários façam o possível para não demitirem seus colaboradores. Ainda agradeceu algumas empresas que já anunciaram publicamente que não irão demitir funcionários, durante a crise do novo coronavírus. São elas: Alpargatas, Cosan, Pão de Açúcar, bancos Bradesco, Itaú, Santander e BMG, entre outras.

Citando Joseph Stiglitz, ganhador do Prêmio Nobel de Economia, que afirmou: “Se não salvar a vida das pessoas, a economia será devastada” e o Papa Francisco, que disse: “Dinheiro deve servir e não governar”, Doria revelou que tem sido bastante pressionado por empresários para o fim da quarentena. “Vocês estão preparados para assinar os óbitos? Carregar os caixões? Vocês irão enterrar as vítimas? O Governo do Estado ia continuar agindo, com base na ciência e na medicina, com os mais renomados especialistas do País, para proteger e salvar vidas”, enfatizou.

DOAÇÃO- Após reunião, nesta segunda (6), com empresários do Comitê Empresarial Solidário, 60 empresas doaram, no total, R$ 218 milhões para ajudar os mais pobres, com cestas básicas para as comunidades.

BOLETIM- O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, atualizou o número de casos no Estado:

- 4.620 casos confirmados

- 275 óbitos

- 572 em UTI

Germann ainda afirmou que desde 21 de março, quando iniciou a quarentena, até domingo (5) de abril, os casos confirmados subiram + de 900% (de 459); os óbitos 1.700% (de 15) e as internações em UTIs, em 1.600% (de 33). O secretário garantiu que caso o isolamento social não fosse feito, os números seriam muito piores.

Última modificação em Segunda, 06 Abril 2020 13:56
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu