26 Sep 2021


BASF e Porsche desenvolvem baterias de íon-lítio de alto desempenho

Publicado em Negócios
Avalie este item
(0 votos)

A BASF foi selecionada pelo Cellforce Group (CFG), joint venture entre a Porsche e a Customcells, como parceira exclusiva de desenvolvimento de células para sua bateria de íon-lítio da próxima geração. Como parte da colaboração, a BASF fornecerá materiais catódicos de alta energia HEDTM NCM para contribuir com células de bateria de alto desempenho para carregamento rápido e elevada densidade energética. O Cellforce Group, com sede em Tübingen, Alemanha, produzirá a bateria de alto desempenho. Espera-se que sua planta de produção de baterias comece a operar em 2024 com uma capacidade inicial de pelo menos 100 MWh por ano, abastecendo 1.000 veículos de automobilismo e de alto desempenho.

Como fornecedor líder mundial de materiais catódicos de alto desempenho com uma forte rede de P&D, a BASF está perfeitamente posicionada para trabalhar com os parceiros e contribuir para uma economia circular. Com suas fábricas de materiais catódicos precursores em Harjavalta, Finlândia, e de materiais catódicos em Schwarzheide, Alemanha, a BASF será capaz de fornecer materiais para baterias com um excelente recorde de sustentabilidade para o suprimento responsável e confiável de matérias-primas, visando a menor pegada de carbono ao longo da cadeia de suprimentos em 2022. Para fechar o ciclo, os resíduos de produção da futura fábrica de baterias no Cellforce Group serão reciclados na fábrica de protótipos da BASF para serem usados na reciclagem de baterias em Schwarzheide, Alemanha. Lítio, níquel, cobalto e manganês serão reciclados em um processo hidrometalúrgico e reintroduzidos no processo de produção da BASF para materiais catódicos ativos.

“Estamos ansiosos pela colaboração com a Porsche e o Cellforce Group para desenvolvermos futuras baterias de alto desempenho para os veículos elétricos e trabalharmos juntos em direção ao nosso objetivo comum de mobilidade sustentável,” diz Markus Kamieth, membro da Diretoria Executiva da BASF SE. “Os materiais catódicos ativos da BASF serão adaptados às necessidades específicas da Porsche, alavancando nossas fortes capacidades de P&D. Além disso, eles terão um impacto de baixo CO₂, líder de mercado, graças ao nosso eficiente processo de fabricação, à elevada percentagem de energia renovável, à integração a montante nas principais matérias-primas, e também, à curta rota de transporte ao longo da cadeia de valor. Com a reciclagem das baterias, podemos garantir que materiais valiosos sejam mantidos no ciclo de produção e reduzir ainda mais a pegada de CO2 de nossos materiais catódicos em um total esperado de até 60%.”

“Como fabricante de automóveis, a Porsche pretende ser neutra em relação a CO2 em seu balanço geral até 2030. Neste sentido, uma baixa pegada de CO2, reciclagem em circuito fechado e sustentabilidade estão cada vez mais em primeiro plano,” diz Michael Steiner, membro do Conselho Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da Porsche AG. “A cooperação com a BASF é uma situação vantajosa para todas as partes envolvidas. Fontes europeias de níquel e cobalto, segurança de suprimento associada e curtas rotas de transporte de Schwarzheide à Baden-Württemberg, na Alemanha, foram todos argumentos importantes para a decisão de trabalhar com a BASF. As células da bateria, especialmente os materiais catódicos ativos, estão no centro das considerações aqui. Estamos muito satisfeitos por, junto com a BASF, estarmos trazendo uma tecnologia de células ecologicamente correta para a produção em série.”

“Com sua profunda experiência em materiais catódicos ativos, a BASF nos apoia em uma área central do desenvolvimento de células,” acrescenta Markus Gräf, Diretor Executivo do Cellforce Group. “Os materiais catódicos ativos mostram estabilidades de ciclo muito altas desde o início e são particularmente bons no carregamento rápido. Estas são exatamente as propriedades que o Cellforce estava procurando. A BASF também está muito empenhada em adaptar os materiais catódicos ativos aos requisitos dos ânodos de silício da próxima geração. E também na área de produção, desenvolvemos em conjunto com a BASF um conceito de como os resíduos de produção gerados nas diversas áreas podem ser coletados e devolvidos à reciclagem em circuito fechado. Isso economiza custos, preserva recursos e também, o meio ambiente.”

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu