Imprimir esta página

Franquias que rendem por ano mais que Tesouro Direto

Publicado em Negócios
Avalie este item
(10 votos)

Nos últimos anos, os trabalhadores brasileiros passaram a procurar outras formas de investir rendimentos. O Tesouro Direto, como é chamado o programa do governo de negociação de títulos públicos, atingiu a marca de 900 mil investidores ativos e ultrapassou R$ 1 bilhão em vendas líquidas em abril, segundo dados da Secretaria do Tesouro Nacional.

Pela rentabilidade maior no longo prazo, em comparação com a poupança (mesmo com cobrança de IR de, no mínimo, 15% sobre o valor ganho), mais e mais contribuintes têm aderido ao Tesouro Direto. Existe, entretanto, outra forma de investir capital, com uma taxa de lucro maior e, dependendo do esforço, em menos tempo.

Felippi Viegas, por exemplo, associou a necessidade de investir com o sonho de ter o próprio negócio. Para diminuir o medo de falência e das incertezas de começar uma empresa do zero, ele decidiu buscar uma franquia de restaurantes de comida asiática.

Formado em administração pelo Ibmec – RJ, ele iniciou em junho de 2018 uma unidade da Temaki Fry. Já no segundo mês, Felippi conseguiu fechar no azul e obteve lucro de 14%.

“Hoje temos um faturamento bruto mensal dentro do esperado pela empresa, em menos de um ano de ação”, lembra.

A Temaki Fry tem investimento inicial de R$ 250 mil. O franqueado, segundo dados da empresa, terá o retorno do investimento entre 24 a 36 meses. Conseguindo vender o esperado, o franqueado chegará a um valor de R$ 100 mil de faturamento, com 12% de lucro. Em um ano, o franqueado terá acumulado R$ 144 mil, mais da metade do que ele investiu.

No caso de Felippi, se tivesse investido no Tesouro Direto, ele teria, em um ano, 9% de rendimento, um total R$ 22,5 mil de lucro.

Crédito

Silvio Ribeiro Bento, 38 anos, de Jundiaí, no interior de São Paulo, iniciou com a Vazoli, franquia do setor de crédito, no final de 2016. “Em dois anos e meio de franquia, só não tenho mais funcionários por falta de espaço”, conta.

Com investimento total inicial entre R$ 50 mil e R$ 70 mil, a Vazoli estipula o prazo de retorno do investimento entre 8 e 15 meses. Com faturamento médio de R$ 150 a R$ 200 mil, o lucro para o investidor é de 12%.

Baseando nos dados da Vazoli, um franqueado que atinge 150 mil de faturamento, conseguiria R$ 18 mil mensais. Num prazo de dois anos, teria o equivalente a R$ 432 mil. Os mesmos R$ 70 mil de investimento total aplicados a um CDB de 12% ao ano, pagaria, em dois anos, R$ 86,8 mil.

Em oito meses, Silvio recuperou o investimento inicial e hoje tem lucros esperados pela franquia. “Cada produto tem uma taxa de retorno para o franqueado. Minha estratégia é focar nos produtos que mais vendem, mesmo que o lucro fique menor para mim.”

Desafios

O valor de faturamento estabelecido pela empresa considera que o franqueado conseguirá se adaptar rapidamente ao negócio. Lidar com funcionários, oscilações de mercado – incluindo temperatura, envolvimento direto com o negócio exigido por algumas redes, o início difícil para angariar clientes e fluxo de caixa baixo são alguns dos empecilhos.

Entretanto, diferentemente do Tesouro, ou dos CDBs e dos LCAs, não há limite para o ganho possível. Um franqueado pode ter lucro maior do que o previsto pela franquia, e por mais tempo. Tudo depende do quanto ele conhece o produto, da dedicação à área escolhida.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Main Menu

Main Menu