07 Apr 2020


Dinah lança novo livro: "Moda e Arte"

Publicado em Cultura & Lazer
Avalie este item
(0 votos)

Dinah lança novo livro: "Moda e Arte"

A jornalista, fotógrafa e estilista-modelista, diplomada em Paris, Dinah Bueno Pezzolo lançará, nesta quarta (3 de Abril), às 18h30, na Livraria Cultura-Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073), seu sexto livro "Moda e Arte: releitura no processo de criação". A obra mostra a influência dos diferentes movimentos artísticos, ao longo dos séculos, na moda. A publicação é fruto do trabalho de dois anos de pesquisas de Dinah, que também trabalhou durante 33 anos, no jornal O Estado de S.Paulo, na cobertura de desfiles internacionais. Confira trechos de entrevista exclusiva para a Folha.

Como foi realizada a pesquisa para a elaboração do livro "Moda e arte: releitura no processo de criação"? E como surgiu a ideia de lançar esse livro?
Existe um diálogo surpreendente entre telas e passarelas. Há muito tempo eu vinha alimentando a idéia de unir moda e arte num livro. Quando eu fazia a cobertura de desfiles internacionais para o Estadão, observava os modelos mostrados em passarelas tentando descobrir as fontes pesquisadas pelos estilistas. Algumas silhuetas indicavam épocas passadas e muitas tinham sido imortalizadas em telas de grandes pintores.
Em visitas a museus, além de admirar a beleza das obras, eu sempre procurei e procuro descobrir nelas alguma coisa que tenha relação com a moda, algo que me indique um caminho para pesquisa, que é o que eu adoro fazer. No meu terceiro livro, Tecidos, eu já utilizei imagens de telas famosas que documentam o uso de determinado tecido, padrão, cores, em determinadas épocas.
Seja de forma documental ou como expressão artística, vestimentas de inúmeros períodos da história surgem em pinturas, esculturas e ilustrações.
Assim, moda e arte se associam com influências recíprocas. É gratificante evidenciar essa relação num livro baseado em pesquisas, fartamente ilustrado com imagens de obras valiosas, além de fotos, desenhos e aquarelas minhas.

O livro faz uma verdadeira viagem pela história da arte, da moda e da civilização. Com análise de muitas pinturas, ilustrações, gravuras e fotografias. Conte-nos um pouco mais.
Quando iniciei a elaboração do livro, não parti do século 19 em diante, quando a criação do vestuário ganhou maior importância graças a revolução industrial e sob influência da fotografia, dos grandes movimentos artísticos e dos criadores de moda envolvidos com a arte. Busquei em épocas anteriores referências até hoje lembradas por importantes designers de moda.
Como exemplo posso citar a pintura clássica, onde temos o registro do vestuário da realeza, religiosos e burgueses - só pessoas com alto poder aquisitivo tinham a possibilidade de pagar a pintores retratistas. A fotografia ainda não existia; só a partir da metade do século 19 é que o tipo de vestuário usado passou a ser registrado também através de fotos. Essas fotos muitas vezes serviam de base aos pintores da época. Fiz questão de mostrar no livro, lado a lado, imagens assinadas por pintores famosos e fotos ou aquarelas da moda atual, que indicam claramente a releitura feita.

Quais os principais elementos que ajudariam o leitor a identificar as influências que aparecem nas coleções e assim, poderem apreciar melhor a moda apresentada em passarelas?
Normalmente as pessoas não são capazes de fazer analogia entre uma determinada peça mostrada em passarela e a fonte que a inspirou. Não as culpo; isso é uma questão de "olho" educado através de pesquisas na história da moda, das artes, das civilizações. O interesse é o start da questão. Nesse livro procuro sintetizar de maneira clara e objetiva, pontos importantes nessa busca da relação existente

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu