22 Jul 2019


Estátua de João Ramalho será revitalizada e ganhará novo endereço

Publicado em Cultura & Lazer
Avalie este item
(0 votos)

Um dos símbolos de Santo André, o monumento em homenagem a João Ramalho, fundador da cidade, será restaurado e colocado em novo espaço. A peça, que durante duas décadas ficou em uma área junto à passarela de acesso ao Paço Municipal, será colocada na Praça dos Correios, local que passou por recente revitalização e onde fica o marco zero do município.            

 A transferência tem como objetivo dar maior visibilidade e destaque à estátua, possibilitando que um número maior de visitantes e moradores tenha acesso ao monumento. A mudança é um pedido antigo da comunidade portuguesa da cidade. "Estamos contentes com o Comdephaapasa e com o prefeito Paulo Serra, que se empenharam para que o nosso fundador da cidade tenha um lugar de destaque onde todos possam ver e admirar", comentou o presidente executivo da Casa de Portugal do Grande ABC, Carlos Jose Rodrigues.     

 A estátua de João Ramalho, apesar de ser construída em bronze, considerado metal nobre com elevada resistência à corrosão atmosférica, com o passar dos anos sofreu a ação do tempo e surgiram manchas e deteriorações de partes da escultura. Caso o trabalho de restauro não fosse executado neste momento haveria o risco de descaracterização deste monumento que compõe o patrimônio histórico da cidade.    

O monumento foi retirado na quinta (13) e levado para o atelier do artista José Bernardo Salazar Sancho, escultor renomado com importante repercussão artística nacional na confecção e restauro de monumentos e esculturas ao ar livre. Serão investidos R$ 143 mil no restauro, com verba da Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos destinada especificamente para reforma de equipamentos públicos. As obras devem ser finalizadas em 120 dias.               

 Dentro das intervenções será realizado o revestimento da peça em granito cinza e o reforço da base metálica da estrutura para aumentar a estabilidade. As obras estão de acordo com as exigências técnicas da Associação Brasileira das Normas Técnicas (ABNT) e também do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). Todos os procedimentos foram aprovados junto ao Comdephaapasa (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico-Urbanístico e Paisagístico de Santo André).             

 Histórico - A ideia de se homenagear a figura de João Ramalho vem desde 1942, quando a imprensa sugeriu a construção de um monumento. Posteriormente, em maio de 1952, foi instituído um concurso público para a construção da estátua. Entretanto, o concurso foi anulado pois a comissão julgadora acreditava “não terem os autores representado satisfatoriamente os fatos históricos”. A colônia portuguesa, no entanto, encomendou ao escultor de nome Manassi uma estátua que foi doada à cidade nos festejos do IV Centenário. Ela foi inaugurada na praça de mesmo nome em 8 de abril de 1953.      

Posteriormente, a estátua foi transferida do local onde estava, no centro da praça IV Centenário. Era o início das obras para a construção do Paço Municipal em 1966. Ela foi reinstalada na praça, junto à Câmara Municipal, em abril de 1969, no momento em que boa parte das obras já estava concluída. Em 2000, a estátua, após solicitação de munícipes, foi transferida para a área junto à passarela que dá acesso ao Paço. A base foi refeita e a antiga encontra-se em exposição no Museu de Santo André.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu