13 Aug 2020


Diocese de Santo André produz máscaras inclusivas para surdos

Publicado em Cidades
Avalie este item
(0 votos)

A Diocese de Santo André e o Vicariato Episcopal para a Caridade Social se uniram numa ação que resultou na doação de 100 máscaras que serão distribuídas de graça para pessoas com deficiência auditiva e surdas. Mais 200 peças já estão em fase de produção, além de modelos personalizados para crianças.

Produzidas por costureiras voluntárias do projeto “Costurando Máscaras, Costurando Sorrisos” do Vicariato, as máscaras com proteção transparente permitem a leitura labial e contribuem diretamente na comunicação das pessoas, através da Língua Brasileira de Sinais (Libras). 

“A confecção dessas máscaras tem o intuito de facilitar essa comunicação, sobretudo do surdo, que se comunica através da sua expressão facial, da sua boca, de tantas feições de felicidade, de alegria e de tristeza. Enfim, essa máscara é muito importante na comunicação do intérprete com o surdo, dos surdos entre eles mesmos, e de quem é amigo do surdo”, explica o assessor diocesano do Setor Inclusão, Pe. Cláudio Pereira Santos.

Motivação e parceria

A iniciativa surgiu a partir da sugestão da secretária do Centro Diocesano de Pastoral, Mércia Aparecida Ferreira, que ao assistir uma reportagem sobre o assunto na televisão, observou que a Diocese poderia encampar uma ação semelhante. “A Mércia conversou comigo e a ideia foi prontamente aprovada. Entrei em contato com a Deia (da Paróquia Sagrada Família, de São Bernardo) e nasceu essa parceria tão bonita do Vicariato Episcopal para a Caridade Social com o Setor Inclusão”, conta.

As máscaras serão distribuídas pelo Setor Inclusão. Mais informações sobre como adquirir as máscaras inclusivas com o Centro Diocesano de Pastoral: 99981-1233.

Dupla qualidade

Maria do Socorro Silva da Cunha, mais conhecida como Deia, lidera o grupo de 16 costureiras (15 da Paróquia Sagrada Família 1 da Região São Bernardo – Centro), que já fabricaram mais de 6,5 mil máscaras para famílias assistidas pelo Vicariato para a Caridade.  Sobre a confecção das máscaras inclusivas, Deia afirma que, apesar do trabalho em dobro, a iniciativa é gratificante.“Para mim essa ação representa caridade, quando pensamos que uma simples máscara pode salvar a vida de uma pessoa. E no caso dessa pessoa surda, que através dessa máscara poderá se comunica melhor com as pessoas, é uma qualidade dupla: salvando vidas e ajudando na comunicação”, avalia Deia, que coordena o Dia Mundial dos Pobres na Região São Bernardo – Anchieta.

“Costurando Sorrisos”

Lançado há três semanas na Diocese de Santo André, o projeto que visa a distribuição dos materiais de proteção para as pessoas em situação de vulnerabilidade social e famílias carentes em tempos de pandemia da Covid-19, já distribuiu mais de seis mil máscaras. Para ajudar a iniciativa, as pessoas podem contribuir por meio de três modalidades: doadores de material, costureiras e agentes de pastoral. Entre em contato com o Centro de Pastoral: 99981-1233 e informe qual categoria, paróquia e cidade deseja colaborar com essa ação de solidariedade!

Doadores do material
Tecido tricoline ou algodão, elástico e linha. Para 1 mil máscaras são necessários 63 metros de tecido, 500 metros de elástico e 12 carretéis de linha para máquinas retas. Para as máscaras descartáveis, usar TNT.

Costureiras
Voluntárias para fazer as máscaras.

Agentes de pastoral
Fazer o levantamento junto às famílias assistidas para saber quem já tem máscara e quantas pessoas precisam na casa (inclusive, se há a necessidade de máscaras infantis). Entregar as máscaras para as famílias assistidas pelas pastorais sociais que ainda não tem máscaras.

Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu