19 Sep 2019


São Caetano leva aulas de judô para dentro das escolas

Publicado em Cidades
Avalie este item
(0 votos)

Tradicional, o judô de São Caetano já teve em seus tatames nomes famosos e medalhistas como Aurélio Miguel, Rogério Sampaio (ouro na Olimpíada de Barcelona, em 1992), Carlos Honorato e Thiago Camilo (ambos prata nos Jogos de Sidney, em 2000), Edinanci Silva, entre outros.

Desde 2017, início do terceiro mandato do prefeito José Auricchio Júnior, a intenção é massificar a modalidade em suas categorias de base, com aumento de vagas no PEC (Programa Esportivo Comunitário) e o Programa Judô Escolar, atualmente realizado em seis escolas municipais, com 465 alunos de 6 a 17 anos e 11 professores de Educação Física capacitados por judocas do Instituto Kodokai e da SELJ (Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude).

“Quando iniciamos esta gestão, em 2017, eu e o prefeito Auricchio tínhamos como meta uma política pública que levasse e elevasse o Esporte em geral para o maior número de munícipes possível, além de renovar e incrementar as categorias menores. Acredito que estejamos no melhor caminho”, avalia o secretário da SELJ e vice-prefeito, Beto Vidoski.

Um exemplo fortíssimo de que essa política está alcançando resultados bastante favoráveis é o número de participantes do PEC, que passou de 8.900 em 2017 para 14.800 no segundo semestre de 2019. “Da mesma forma tem acontecido com o judô, com uma massificação do esporte junto às escolas municipais através do Programa Judô Escolar”, concluiu Vidoski.

O Programa Judô Escolar teve início em 1993, numa iniciativa do sensei Eduardo Dantas Bacellar em parceria com o professor Sérgio Oliveira dos Santos, na EME (Escola Municipal de Ensino) Professora Alcina Dantas Feijão. O trabalho consistia na inclusão da modalidade nas aulas de Educação Física e também no contraturno da grade curricular. O projeto foi ampliado para a EMEF Ângelo Raphael Pellegrino.

O programa foi remodelado e, numa parceria entre as secretarias de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ), Educação (Seeduc) e o Cecape (Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação) Drª Zilda Arns, abrange seis escolas municipais:

EMEF Ângelo Raphael Pellegrino - 85 alunos no programa, que se iniciou em 2004;

EMEF Leandro Klein - 112 alunos no programa, iniciado em 2014;

EMEF Sylvio Romero - 140 alunos no programa, iniciado em 2014;

EMEF Eda Mantoanelli - 83 alunos no programa, iniciado em 2018;

EMEF Rosalvito Cobra - 25 alunos no programa, iniciado em 2018;

EMEF Senador Fláquer - 20 alunos no programa, iniciado em 2019.

Última modificação em Sexta, 23 Agosto 2019 09:20
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Website.: www.folhadoabc.com.br/media/k2/users/anos.png

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu