26 Sep 2021


GM ampliará investimentos em carros elétricos e autônomos até 2025

Publicado em Autos
Avalie este item
(0 votos)

A General Motors Co. (NYSE: GM) anunciou que aumentará seus investimentos em EV (electric vehicles, ou carros elétricos, em português) e AV (autonomous vehicles, ou carros autônomos, em português) para US$ 35 bilhões entre os anos de 2020 e 2025, o que representa um aumento de 75% em relação ao compromisso inicial anunciado antes da pandemia.

A intensificação desse compromisso da GM acelera sua estratégia de transformação para se tornar líder de mercado em EVs na América do Norte; líder global em tecnologia de bateria e célula de combustível por meio de sua plataforma de bateria Ultium e células de combustível HYDROTEC; e, por meio da Cruise, ser a primeira a comercializar com segurança a tecnologia de direção autônoma em grande escala.

"Estamos investindo fortemente em um plano abrangente e altamente integrado para garantir que a GM lidere em todos os aspectos a transformação para um futuro mais sustentável", disse a Chair e CEO da GM, Mary Barra. "A GM tem como meta global a venda de mais de 1 milhão de veículos elétricos anualmente até 2025, e estamos aumentando nossos investimentos para ganhar escala mais rápido porque vemos que este é o momento propício para a eletrificação nos Estados Unidos, junto com a demanda dos clientes por nosso portfólio de produtos".

A GM compartilhou pela primeira vez sua visão de um mundo com zero acidente, zero emissão e zero congestionamento há quase quatro anos. Os principais fatores que mudam o cenário incluem forte adesão pública ao GMC HUMMER EV e HUMMER EV SUV, ao Cadillac LYRIQ e à picape elétrica Chevrolet Silverado; investimentos da GM e de revendedores na experiência do cliente EV; investimento público e privado em infraestrutura de carregamento de EVs; e o ambiente político global.

"Há uma convicção forte e crescente entre nossos funcionários, clientes, revendedores, fornecedores, sindicatos e investidores, além de legisladores, de que os veículos elétricos e a tecnologia de direção autônoma são a chave para um mundo mais limpo e seguro para todos", disse Barra.

O anúncio baseia-se no compromisso inicial da GM anunciado em março de 2020 de investir US$ 20 bilhões de 2020 a 2025, incluindo capital, despesas de engenharia e outros custos de desenvolvimento, para acelerar sua transição para EVs e AVs. Em novembro de 2020, a empresa aumentou o investimento planejado para US$ 27 bilhões, considerando o mesmo período.

Esse investimento foi viabilizado graças a força dos negócios da GM, incluindo o recorde de EBIT ajustado nos últimos três trimestres. A GM agora espera entregar resultados melhores do que o esperado no segundo trimestre, apesar do impacto da escassez de semicondutores em toda a indústria.

Com base na melhoria da produção de curto prazo, combinada com forte demanda e resultados melhores do que o esperado na GM Financial, a empresa espera que seu EBIT ajustado fique entre US$ 8,5 bilhões e US$ 9,5 bilhões no primeiro semestre, seguido por fortes resultados no segundo semestre. A GM espera que o ambiente operacional no segundo semestre de 2021 continue complexo e fluido. A empresa fornecerá atualizações adicionais sobre seus resultados financeiros acumulados e perspectivas para o segundo semestre de 2021 durante a teleconferência de resultados do segundo trimestre, em 4 de agosto.

O diretor financeiro da GM, Paul Jacobson, também participará da conferência virtual de investidores do Deutsche Bank hoje, às 13h20 EDT. A GM também confirma que sediará o Dia do Investidor em Detroit, nos dias 6 e 7 de outubro.

Os investimentos adicionais e novas colaborações da GM são de longo alcance e projetados para criar vantagens competitivas ainda maiores para a empresa. Isso inclui:

  • Acelerar a produção de células de bateria Ultium nos Estados Unidos: a GM está acelerando os planos de construir duas novas fábricas de células de bateria nos Estados Unidos em meados da década para complementar as fábricas da Ultium Cells LLC, em construção no Tennessee e em Ohio. Mais detalhes sobre essas novas fábricas nos EUA, incluindo os locais, serão anunciados posteriormente.
  • Comercialização de baterias Ultium feitas nos EUA e células de combustível HYDROTEC: além de colaborar com a Honda para construir dois EVs usando a tecnologia Ultium - um SUV para a marca Honda e um para a marca Acura - a GM anunciou em 15 de junho que assinou um memorando de entendimento para fornecer baterias Ultium e células de combustível HYDROTEC para a Wabtec Corporation, que está desenvolvendo a primeira locomotiva 100% movida a bateria do mundo.

Separadamente, a GM fornecerá a célula de combustível HYDROTEC para a Navistar, Inc. , que está desenvolvendo caminhões pesados ​​movidos a hidrogênio para lançamento em 2024, e para a Liebherr-Aerospace, que está desenvolvendo unidades de energia auxiliar movidas a hidrogênio para aeronaves. A Lockheed Martin e a GM também estão se unindo para desenvolver a próxima geração de veículos lunares para transportar astronautas na superfície da Lua, aproveitando a experiência da GM em propulsão elétrica e tecnologia autônoma.

Hoje, a GM confirma os planos para lançar suas células de combustível HYDROTEC de terceira geração com densidade de potência ainda maior e custos mais baixos até meados da década. A GM fabrica suas células de combustível em Brownstown Charter Township, Michigan, em uma joint venture com a Honda.

  • Expandindo e acelerando o lançamento de EVs para clientes de varejo e de frota: em novembro de 2020, a GM anunciou que entregaria 30 novos EVs em 2025 globalmente, com dois terços disso disponíveis na América do Norte. Por meio dos investimentos adicionais anunciados hoje, a GM adicionará a seu plano para a América do Norte novos caminhões comerciais elétricos e outros produtos que aproveitarão as oportunidades de design criativo e flexibilidade possibilitadas pela Plataforma Ultium. Além disso, a GM adicionará maior capacidade para a produção de SUV elétricos, nos EUA. Detalhes adicionais serão anunciados posteriormente.
  • Implementando com segurança a tecnologia de direção autônoma em grande escala: a Cruise, subsidiária majoritária da GM, recentemente se tornou a primeira empresa a receber permissão dos reguladores para fornecer um serviço autônomo de transporte de passageiros, ou seja, sem motorista, para o público da Califórnia. A Cruise também foi recentemente selecionada como o fornecedora exclusiva de serviço AV (autônomo) para a cidade de Dubai e está trabalhando com a Honda para iniciar o desenvolvimento de um programa de testes AV no Japão. Além disso, a GM Financial fornecerá uma linha de crédito plurianual de US$ 5 bilhões para a Cruise escalar sua frota Cruise Origin. Desenvolvido por meio de uma parceria entre a GM, Honda e Cruise, o Cruise Origin será construído no Centro de Montagem Factory ZERO Detroit-Hamtramck da GM, a partir do início de 2023.
Folha Do ABC

A FOLHA DO ABC traz o melhor conteúdo noticioso, sempre colocando o ABC em 1º lugar. É o jornal de maior credibilidade da região
Nossa publicação traz uma cobertura completa de tudo o que acontece na região do ABCDM.

Visite-nos no Facebook

Main Menu

Main Menu